Com que idade os bebés podem andar de avião?

Por norma, as companhias áreas não aceitam reservas de viagens para bebés com idade inferior a 14 dias. O ideal é viajar com um bebé após os 3 meses, sobretudo pelo risco de infeções mais graves antes deste período. Claro que depende sempre do local da viagem, por isso fale com o pediatra antes da viagem para esclarecer todas as dúvidas.

Tem que comprar viagem?

Até aos 24 meses, as crianças não pagam, pois podem viajar ao colo. No entanto, tenha em atenção que algumas companhias áreas aplicam uma taxa.

Todas as crianças e bebés precisam de cartão de cidadão e de cartão de embarque para a viagem de avião, pelo que têm que ser registadas como passageiros, mesmo que não paguem bilhete. 

Se optar por comprar bilhete para uma criança com idade inferior a 2 anos, pode levar a cadeira ou ovo para a cabine. No entanto, para descolar e aterrar a criança tem que ir ao colo.

Quais as melhores dicas no aeroporto?

Chegue cedo ao aeroporto para poder fazer as coisas com calma. Lembre-se que tem direito a prioridade de tiver crianças pequenas e usufrua da mesma. Os líquidos das crianças têm regras específicas. Por norma, os alimentos e bebidas passam num saco separado no raio-X e são aceites produtos como iogurtes, potes de fruta, sopa ou biberões de leite. O melhor é contactar a companhia área e esclarecer todas as suas dúvidas.

Se tiver que transportar medicamento na cabine, nomeadamente xaropes, fale com o seu pediatra para levar uma declaração que comprove a necessidade dos mesmos.

Mariana Capela
Mariana Capela, pediatra

O que levar no avião?

De forma resumida, não esquecer de levar o carrinho do bebé; fraldas suficientes e o kit muda-fraldas associado; snacks saudáveis e água; medicamentos necessários; materiais didáticos para distração; roupa (a temperatura dentro do avião é sempre diferente); almofada e porta-bebés, que dá imenso jeito.

Quais as melhores dicas  na viagem?

As diferenças de pressão sentem-se sobretudo na descolagem e aterragem. Nestas alturas, dê algo à criança para comer, beber ou chuchar pois mastigar ajuda a normalizar a pressão. 

Apesar da organização para uma viagem tranquila, os imprevistos acontecem e fazem parte. As birras por vezes são inevitáveis. Não dê importância e desvalorize os olhares e comentários de alguns passageiros. Acima de tudo, descomplique!

As explicações são da médica pediatra Mariana Capela, do Hospital Lusíadas Porto.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.