O atelier Catherine Cabral foi quem teve a seu cargo a redecoração das 19 unidades de alojamento, entre estes, dois apartamentos familiares e 17 quartos, situados numa casa senhorial do século XVII. O desafio passou por não descaracterizar o ADN secular de toda a ala tradicional da propriedade. Prevaleceu o conforto, aliado a um luxo despretensioso, com um toque de decoração inglesa e onde se fez o reaproveitamento de muitas peças de mobília já existentes.

O restaurante foi igualmente alvo de uma remodelação profunda. O agora Pure Restaurante está mais moderno, com uma decoração Boho chic e onde se fez a mistura de texturas e cores azuis, vermelhas e brancas, acompanhada pela ornamentação de vegetação natural interior. Mas as mudanças não foram só ao nível decorativo, também a ementa foi atualizada com comida de conforto, onde prevalecem sugestões que contemplam a utilização de produtos locais e da época.

O restaurante está aberto a hóspedes, mas também a todos os que queiram deleitar-se com umas Bochechas de Porco Preto com puré de castanhas e grelos, ou, quem sabe, Bacalhau no forno com crosta de Sapateira.

A unidade, que está em fase requalificação de categoria, para hotel rural de quatro estrelas, tem previsto, até 2023, a construção de uma piscina interior, que irá juntar-se ao Spa já existente, segundo um comunicado.

Ao todo, esta unidade hoteleira oferece 29 quartos, duas casas, um salão de eventos com capacidade para 280 pessoas e uma piscina exterior.

É a natureza quem dá um caráter aconchegante e tranquilizador a este empreendimento hoteleiro. Dos 15 hectares da propriedade, 11 deles são ocupados pelo bosque, que faz paredes meias com a casa senhorial e com a ala moderna, onde se localiza o restaurante, o Spa e 12 quartos temáticos.

O bosque é o grande ativo natural e que pode ser aproveitado pelo hóspede com inúmeras atividades, como são as caminhadas a pé ou passeios de bicicleta. Não estranhe se encontrar o rebanho da quinta. Existe um percurso sensorial, onde as pessoas são convidadas a explorar os cinco sentidos, com recurso a alguns desafios naturais criados ao longo do caminho. Para os que preferem estar sossegados, a ler um bom livro, em diferentes pontos da propriedade existem duas bibliotecas criadas através da requalificação de estruturas antigas. Uma das experiências com maior sucesso, é o workshop de Pão de Mafra, onde é possível o hóspede meter a mão na massa e aprender como se faz esta iguaria da região.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.