Um piloto da Pakistan International Airlines (PIA) recusou-se a continuar a viagem até ao destino, depois de fazer uma aterragem de emergência, argumentando que o seu turno já tinha terminado. De acordo com o The Express Tribune, o voo PK-9754 saiu de Riad, com destino a Islamabad. No entanto, o mau tempo obrigou o piloto a aterrar em Dammam, na Arábia Saudita.

Depois da aterragem o piloto recusou-se a levar o avião até Islamabad, dizendo que o seu turno tinha chegado ao fim. Os passageiros, irritados com os acontecimentos inesperados, recusaram-se a sair do avião em protesto. No entanto, a segurança do aeroporto foi chamada para controlar a situação.

Os passageiros retidos foram acomodados num hotel até que fosse possível continuar a sua viagem para Islamabad, no Paquistão. "Um piloto deve descansar porque é necessário para a segurança do voo", explicou um porta-voz da Pakistan International Airlines ao The Gulf News.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.