O mundo mudou com a pandemia e, consequentemente, as viagens e a forma como viajamos. E, como tal, é preciso também estar atento em alguns erros que devemos evitar na marcação de uma viagem em 2021. Conheça estas dicas dadas pelo site Smarter Travel.

1. Não deixe de ler a política de cancelamento

Isto é importante, porque com a pandemia muitos hotéis e companhias aéreas mudaram as suas políticas de cancelamento, supostamente, a favor do cliente. No entanto, deve ler com atenção o que isto realmente significa na prática. Pode não querer dizer que se quiser cancelar a sua viagem ou estadia, esse cancelamento seja totalmente gratuito ou até permitido. Por exemplo, a alteração pode ser gratuita mas cancelar a 100% pode não ser autorizado pelo prestador do serviço.

O que antigamente era uma política generalizada, hoje em dia, e por estarmos ainda a viver uma pandemia, as regras não são tão lineares assim.

Outra situação é perceber se, caso queira alterar a data da sua viagem, a empresa oferece um crédito, para usar no futuro (e aqui certifica-se da data de validade do mesmo), ou reembolso. São dois cenários diferentes e que devem ser claros no ato da reserva.

2. Não investir em um seguro de viagem mais caro

A pandemia veio também alterar a escolha de um seguro de viagem. Como atualmente a pandemia é uma "condição prevista", a maioria das apólices de seguro de viagem básicas não cobrem cancelamentos relacionados com esta situação. Por isso, antes de adquirir um seguro de viagem, garanta que este cobre cancelamentos relacionados com a COVID-19.

3. Não pagar com cartão de crédito

Os cartões de crédito são um método de pagamento mais fácil de localizar do que outra forma de pagamento. No caso de ser surpreendido com uma situação em que a sua agência de viagens, de repente, foi à falência.

4. Esperar até à última para conseguir um bom negócio

Atualmente e porque as viagens estiveram na sua maioria estagnadas durante o ano passado, é normal que as companhias aéreas e os hotéis estejam a fazer ofertas fantásticas nesta altura. Não espere até ao último minuto para adquirir um bom pacote de viagem, pois quando as reservas começarem a aumentar, os preços também vão aumentar.

5. Não estar atento às restrições causadas pela COVID-19

Todos estamos desejosos de voltar a voar e a viajar para os nossos destinos de desejo ou preferidos. Mas isso não o deve desviar do foco de que as restrições de viagens vão ainda continuar por algum tempo. Por isso, esteja atento ao que se passa não só no seu país de origem, assim como no país de destino.

Se mantenha atualizado quanto às restrições e fechamento de fronteiras, por exemplo. Além disso, também é importante perceber se terá de fazer quarentena ou teste à COVID-19 antes de viajar.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.