Descubra as cinco rotas de viagem por estrada mais bonitas da Turquia, segundo a Go Türkiye (GT):

De Çanakkale a Ayvalık

Com vistas panorâmicas do norte do Mar Egeu, a rota Çanakkale-Ayvalık é uma experiência única que sublinha o vasto património cultural da região, a sua incrível natureza e as suas praias virgens.

Conforme a GT, as paisagens com tons de azul e verde, as antigas cidades situadas ao longo do percurso e os produtos locais frescos são algumas das razões pelas quais esta zona é uma das favoritas dos viajantes que amam a estrada, tanto de bicicleta, mota, automóvel ou autocaravana.

Çanakkale é o ponto de partida da rota e um lugar fascinante de crónicas do passado, especialmente quando se chega à cidade atravessando a histórica península de Gallipoli coberta de bosques. Na antiga Çanakkale, onde encontramos vestígios das epopeias da Ilíada e a Odisseia de Homero, os visitantes podem observar os milénios de história da região. Nos arredores da antiga cidade de Troia encontra-se o Museu de Troia, vencedor do «Prémio Europeu do Ano 2020» e do «Prémio Especial da Academia Europeia de Museus 2020/2021».

Aqui também se encontra a primeira paragem da Rota de Eneias, a primeira e única rota cultural registada pelo Conselho da Europa que parte da Turquia.

Para além disto, a zona reúne sítios naturais, arqueológicos e paisagens rurais, alguns dos quais estão incluídos na lista do Património Mundial da UNESCO, acrescenta a GT.

A sul de Çanakkale, em Ayvacık, encontra-se a antiga cidade de Assos, conhecida pelas suas baías e praias desertas. As aldeias desta área são outra das paragens. Vale a pena apreciar as pitorescas casas de pedra.

Para uma experiência completa, em Sivrize, na baía de Assos, é possível fazer glamping.

A última paragem é a cidade costeira de Altınoluk, no distrito de Edremit, onde podemos visitar algumas maravilhas naturais como o Parque Nacional do Monte Ida, a cascata de Sütüvem, o tanque de Hasanboğdu, o canhão de Şahinderesi e, em Güre, importantes centros balneários.

De Ayvalık a Çeşme

Após Ayvalık, o percurso segue pelas montanhas de Madra e a rota de Bergama até à cidade antiga de Pérgamo.

Em Izmir, no coração do Egeu, encontramos a cidade marinheira de Foça, com uma zona histórica chamada Eski Foça e com pitorescas estradas e vistas impressionantes. Além disso, os seus portos pesqueiros granjearam grande fama aos seus pratos de marisco.

Outras das paragens imprescindíveis durante o trajeto são: Urla, conhecida pelas suas alcachofras e famosa pelos seus restaurantes gourmet; Seferihisar, a «cidade lenta»; Kuşadası, localidade de turismo de mar-areia-sol; Şirince, distinguida pelos seus vinhos locais; as antigas cidades de Miletos, Priene e Éfeso e as igrejas dos Sete Adormecidos e da Virgem Maria. Esta geografia oferece uma grande beleza, história e gastronomia.

A última paragem desta rota são Çeşme, um popular destino de férias frente ao mar, perto de İzmir, e Alaçatı, um pitoresco complexo com escolas de windsurf e casas de pedra.

De Kalkam a Antália

Um percurso debaixo do sol do Mediterrâneo, no qual cada curva da estrada mostra outra vista impressionante de águas claras, baías desertas e montanhas exuberantes.

Esta rota de paisagens únicas e vestígios de antigas civilizações faz uma paragem nas imprescindíveis Patara, Kalkam e Kaş.

Olimpo, Çıralı e Antália

Com a sua antiga cidade e a sua praia de 12 quilómetros, Patara é sem dúvida um dos lugares mais espetaculares da região. Considerada uma das cidades mais importantes da antiga Lícia, conserva estruturas históricas como o teatro, o edifício do parlamento, o farol, o arco da cidade, a rua das colunas, templos e igrejas. Foi aqui que nasceu São Nicolau, também conhecido internacionalmente como Santa Claus ou Pai Natal.

No entanto, foi em Demre que São Nicolau exerceu como bispo e alcançou a santidade. É também em Demre que se encontra a tumba do Santo e a histórica igreja que foi lugar de peregrinação durante a Idade Média.

Outro ponto do percurso é a famosa região de Antália, a pérola do Mediterrâneo, onde se convida a explorar as profundas águas azuis de Kaş, um dos centros de turismo de mergulho mais importantes da Turquia e do mundo, a observar os vestígios das antigas civilizações mediterrânicas debaixo de água numa excursão diária de barco em Kekova.

Partindo de Kaş, a paragem seguinte fica em Çıralı, habitat das tartarugas marinhas Caretta Caretta e perto das ruínas da antiga cidade de Olimpo, um importante porto lício, até chegar a Antália, a última paragem da rota e na qual se recomenda conhecer o Museu Arqueológico de Antália, onde estão expostas magníficas obras de diferentes civilizações mediterrânicas.

De Eskişehir a Isparta

De Eskişehir, que se destaca cada vez mais pela sua vibrante vida urbana, até Isparta, a cidade das rosas, com as atrações naturais e modernas da Anatólia sob os seus pés, esta rota cruza pontos culturais importantes, como o centro histórico da cidade de Odunpazarı, incluído na lista indicativa de Lugares declarados Património da Humanidade pela UNESCO, o bazar de artesanato Atlıham, onde estão expostos exemplos do artesanato tradicional da região ou o Museu da Sepiolita (Meerschaum), único da sua classe no mundo, todos eles na província de Eskişehir.

A caminho de Isparta será a natureza a assumir o protagonismo com Yalvaç e Eğirdir; as tranquilas cidades Cittaslow de Isparta; o Parque Nacional do Lago Kovada, habitat de centenas de espécies de aves; o Parque Natural de Gölcük, que alberga um dos raros lagos de cratera do país; o lago Eğirdir, uma maravilha natural com hipnotizantes vistas ao entardecer ou a aldeia de Kuyucak que deslumbra com os seus campos de alfazema.

Na zona também se encontra a Rota de São Paulo, caminho de peregrinação há mais de dois mil anos e todo ele um desafio. Esta rota é uma das que fez São Paulo, o primeiro missionário da história do Cristianismo, durante as suas viagens missionárias.

Em conjunto com o Caminho Lício, a Rota de São Paulo é uma das rotas pedonais mais conhecidas da Anatólia.

De Bolu a Çamlıhemşin

Partindo de Bolu, famosa pelos seus lagos, até Çamlıhemşin, paraíso das montanhas de Rize, esta rota atravessa majestosas paisagens de esplêndidos bosques verdes e de águas azuis.

Uma das opções para começar o percurso é o Parque Nacional de Yedigölher, pano de fundo da beleza de postal de Bolu, em direção a Safranbolu, com vielas orladas por casas de madeira com portadas. A verde Kastamonu e as históricas cidades portuárias de Sinop e Samsun, que surpreendem pela sua beleza natural, são outras das paragens.

O seguinte ponto é Ordu que alberga algumas maravilhas naturais como as mesetas de Perşembe e Çambaşı, as cascatas de Çiseli e Uzundere ou o canhão de Geçilmez.

A este segue-se Yeşilce, uma pequena aldeia onde a vida moderna se mistura na perfeição com a simplicidade e o mosteiro de Sümela, em Trabzon, incluído na lista indicativa de lugares Património Mundial da UNESCO, com a sua espetacular localização junto a um penhasco.

Na última paragem, em Çamlıhemşin, encontram-se as mesetas de Ayder, Pokut, Gito e Sal que propiciam um ambiente que remete para os contos de fadas. Além disso, a cozinha do Mar Negro, realçada por várias ervas locais e regionais e produtos orgânicos, faz com que esta viagem seja ainda mais extraordinária.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.