A Cidade Velha

Cheguei de comboio, num dia com temperaturas de verão, e desembarquei na bela e movimentada Zurich Hauptbahnhof, bem no centro histórico da cidade. Bastou olhar em volta e sem surpresa, elegi esta a minha área preferida de Zurique. Abrange os dois lados do rio Limmat e tem muitos pontos de interesse como a Rathaus (Câmara Municipal), um edifício de 1300, reconstruído em 1700, que incorpora arquitetura barroca e renascentista.

Não resisti a parar no Café Rathaus para um capuccino antes de arrastar até ao hotel, a minha pequena mala de viagem. Bagagem guardada, rosto refrescado e em meia hora estava de volta à rua para descobrir os segredos da maior cidade Suíça.

Perdi-me por algumas horas pelas calçadas animadas, onde se destacavam edifícios antigos, com fachadas coloridas e janelas decoradas com vasos de flor.

Por todo o lado vi fontes de água — dizem que há mais de 600 em Zurique. São perfeitas para matar a sede e refrescar o rosto quente do sol.

Sem dar por isso, fui subindo a encosta e cheguei a Lindenhof, um oásis no coração da cidade que oferece vistas gloriosas de Zurique e do rio Limmat.

No regresso dei mais atenção às muitas lojinhas com artigos artesanais, e aproveitei para fazer algumas compras na H. Schwarzenbach, uma delicatessen, que oferece produtos gourmet que vão desde o café até aos doces, geleias, chocolates e mel.

Com a mochila cheia de delícias, parti para explorar o lago, que fica a uma curta distância da Cidade Velha.

Zurique

O Lago

Visto no passado apenas como uma via de transporte, o Lago Zurique hoje converteu-se num popular destino de lazer, onde todos podem desfrutar de bons momentos e aproveitar a natureza.

Estende-se sobre o sul da cidade com uma superfície de cerca de 90 quilómetros quadrados e a melhor forma de o explorar é fazendo um passeio de barco. Desta forma conseguimos percorrer a margem de perto e parar para conhecer vários lugares.

Quem não tem muito tempo na cidade, pode optar por fazer apenas um pequeno tour de 1 hora e meia (Kleine Rundfahrt), e descobrir lugares encantadores como Rüschlikon e Küsnacht.

Um passeio mais longo (Grosse Rundfahrt) dura cerca de quatro horas e passa por Rapperswil, um dos povoados mais bonitos do lago.

O tour mais completo (Obersee Rundfahrt) tem uma duração de 7 horas, e é ideal para quem passa vários dias na cidade. Permite desfrutar do melhor que as margens do lago tem para oferecer e conhecer o lado mais autêntico da Suíça, descobrindo a tranquilidade dos seus pequenos povoados.

Perto da Ópera de Zurique existe um cais onde podemos alugar barcos a motor ou simples barquinhos a pedal. Os cruzeiros são outra atração popular e há um pouco de tudo, desde um cruzeiro brunch, um cruzeiro literário ou um cruzeiro de fondue de queijo, É só escolher!

Andar de bicicleta ao redor do Lago Zurique é outra maneira divertida de sentir o ritmo da cidade e no verão, certas áreas do lago são reservadas para quem gosta de nadar, com infra-estruturas como restaurantes, vestiários, chuveiros e aluguer de toalhas.

Zurique

O chocolate

Visitar Zurique pode ser perigoso para um chocólatra, tantas são as lojas de doces da cidade.
Algumas produzem chocolates artesanais de edição limitada, com grãos de cacau de alta qualidade, importados de locais como Bolívia, República Dominicana, Venezuela e Madagascar.

…E depois há o Lindt Museum of Chocolate — o maior museu de chocolate do mundo.

Logo no hall de entrada deparamos-nos com uma impressionante fonte de chocolate de 9,3 metros de altura que pinga 1.500 litros de chocolate líquido diariamente. Parece um sonho! O chocólatra pensa que morreu e chegou ao céu!

Explorando os três andares do museu interativo, aprendemos como o grão de cacau foi descoberto, como o chocolate foi inventado na América do Sul, a história do chocolate na Europa e como a indústria do chocolate começou na Suíça. Após a visita, uma paragem na loja é inevitável. Aqui encontramos a linha completa de chocolates Lindt, além de podermos personalizar a nossa própria barra de chocolate.

A Confiserie Teuscher é mais um lugar a não perder por todos aqueles que adoram chocolate, nem que seja para provar as famosas trufas de champanhe, aromatizadas com um toque de Dom Pérignon e levemente polvilhadas com açúcar de confeiteiro. Também podemos misturar e combinar uma seleção de outros sabores de trufas, como amêndoa, café, chá de jasmim, praliné ou caramelo salgado.

Mais um lugar a registar por quem não resiste a um docinho: Confiserie Sprüngli (Bahnhofstrasse 21). O luxemburgerli, um macaron pequeno, é o doce de referência da Sprungli e vem em mais de uma dúzia de sabores.

Arte, cultura e igrejas

No campo arte, Zurique também não decepciona e oferece desde a magnífica Ópera onde podemos assistir a peças líricas, ballet e concertos até ao Kunsthaus Zürich, um dos museus de arte mais importantes da Suíça, que exibe uma vasta e variada coleção de belas artes e escultura; E o Pavillon, o último edifício projetado por Le Corbusier. A “Gesamtkunstwerk” – ou “obra de arte total” – de Le Corbusier, foi concluída em 1967, é uma verdadeira obra-prima arquitetônica.

O colorido pavilhão está aberto de maio a novembro. Sob a égide do Museum für Gestaltung, com exposições temporárias, eventos e workshops que abordam várias áreas da ampla obra do carismático Le Corbusier.

Zurique tem igualmente algumas igrejas que merecem uma visita pela sua beleza e arquitetura.

Destacam-se duas: A St. Peterskirche (Igreja de São Pedro) que foi construída no século IX. É a igreja mais antiga de Zurique e é famosa por ter o maior relógio de toda a Europa (mede 8,6 metros!); e a Fraumünster (Igreja de Nossa Senhora), que já foi o local de um convento beneditino, data de meados do século XIII e hoje abriga belos vitrais do famoso artista modernista Marc Chagall.

Gastronomia

O meu restaurante favorito durante esta viagem foi o Razzia (Seefeldstrasse 82), um antigo cinema Art Déco que foi transformado e hoje oferece comida de fusão asiática com toques tailandeses. Ocasionalmente, são exibidos filmes clássicos na antiga tela.

Zurique

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.