A Apple decidiu remover da sua App Store um aplicativo de encontros dedicado a pessoas não vacinadas - a Unjected - com a empresa indicando que o app viola as políticas da loja virtual no que diz respeito à Covid-19.

Confrontada pela remoção da App Store, o fundador da Unjected acusa a Apple de censura.

“Aparentemente, somos considerados ‘excessivos’ por partilharmos a nossa autonomia sanitária e liberdade de escolha. Por isso, claro, a Apple nos removeu”, afirmou o fundador Shelby Thomson num vídeo compartilhado no Instagram (entretanto apagado).

De acordo com o Gizmodo, a Unjected continua disponível na loja virtual do Google, a Play Store.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.