Atualmente, com os avanços no mundo da Beleza e da Estética, temos ao nosso dispor uma escolha alargada de procedimentos e aparelhos depilatórios. A lâmina é um dos mais antigos e, por vezes, o primeiro contato que temos com a remoção dos pelos. Vista, por alguns, como uma atrocidade na Beleza, a verdade é que é nela que confio de vez em quando. Mas estarei eu alterando o crescimento natural do pelo e a prejudicando, consequentemente, a saúde da minha pele? Impulsionada por esta minha inquietude, abordei o dermatologista Bernardo Pimentel para que responda a algumas das minhas questões sobre a depilação com lâmina.

Durante anos a fio, ouvi sempre dizer que tirar pelos com lâmina é errado. Será mesmo verdade? O dermatologista Bernardo Pimentel diz que é mito: "Não é contra-indicado fazer a depilação com lâmina. Não altera a espessura, a cor ou a rapidez com que o pelo cresce." No entanto, o que acontece na depilação com lâmina é que "o pelo fica com uma ponta 'reta', que depois pode dar a impressão de que está mais espesso ou até mais escuro", acrescenta.

De forma a que a depilação com a lâmina seja feita com sucesso, há uma direção que deve ser tida em conta: "A depilação, ou o barbear, deve ser sempre feita no sentido do pelo para evitar possíveis complicações, nomeadamente foliculites ou pseudofoliculites."

À questão se há um limite de vezes em que a lâmina deve ser passada na pele, a resposta foi clara: "Não existe um número limites de passadas", reforçando a ideia de que existem peles menos tolerantes e com mais sensibilidade, o que depende depois de pele para pele.

Como em qualquer outro método depilatório, o dermatologista diz que o pelo pode "encravar", revelando que "o que tem menos risco será a depilação a laser, que previamente até requer que se faça depilação com lâmina."

De acordo com o dermatologista Bernardo Pimentel, há alguns cuidados a ter aquando da depilação com lâmina:
  • Esticar a pele nas zonas de prega.
  • Não depilar se a pele estiver irritada/sensibilizada.
  • Higienizar a área, porque a lâmina pode criar micro-agressões na pele.
  • Após a depilação, limpar a zona e colocar emolientes, reforçando a barreira cutânea.
Conheça, na fotogaleria, 10 lâminas e aparelhos para uma depilação perfeita e indolor.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.