As folhas de uma planta (Eremophila galeata), que chegaram a ser utilizadas por aborígenes australianos em rituais de fumo e como cataplasmas para problemas de pele, podem ajudar a travar o câncer, conclui uma nova investigação, citada pelo Science Alert.

De acordo com o estudo, a resina desta espécie aumenta o efeito da quimioterapia nas células HT29 do câncer do cólon. Mais: contém flavonóides, um tipo de componente que faz com que as células cancerígenas rejeitem os medicamentos com bombas de efluxo. Na prática, os investigadores creem que as folhas removem o mecanismo de defesa das células contra a quimioterapia.

Estas plantas têm também propriedades anti-virais, anti-bacterianas, anti-diabéticas e anti-inflamatórias.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.