Detectada na África Austral e considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde, a variante Ômicron é atualmente dominante em muitos países do mundo. Desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, em 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países.

Com isso em mente, o jornal da Sun reuniu as cinco fases da infecção causada pela nova estirpe. Veja abaixo:

1.ª fase: o contato com uma pessoa infectada

Muito provavelmente, não deu conta ou não tem a certeza se está positivo. "Mas se permanecer mais tempo dentro de uma casa, sem ventilação, tem mais probabilidades de ter 'pego' o vírus lá", escreve o The Sun.

2.ª fase: ainda sem sintomas

A segunda fase dura cerca de dois ou três dias sem que os sintomas se manifestem. Ainda assim, lembre-se que existem pessoas assintomáticas.

3.ª fase: os primeiros sintomas

É provável que comece a sentir dores na lombar, suores noturnos e a garganta irritada. Outros sintomas incluem dores de cabeça e musculares, pingo no nariz, espirros, náuseas e perda de apetite.

4.ª fase: o teste

O teste deve ser realizado em doentes com suspeita e contatos de alto e baixo risco com caso confirmado. Se apresentar os sintomas descritos na 3.ª fase é provável que dê positivo.

5.ª fase: o isolamento

Se o resultado do teste tiver sido positivo ou notar sintomas, deve entrar em isolamento. É importante seguir com acompanhamento médico e indicações da Anvisa e secretarias de saúde do local onde mora.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.