Investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, descobriram que o mirtilo pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue e contribuir para evitar a diabetes.

Segundo os cientistas, a fruta é rica em substâncias com propriedades antioxidantes, como os polifenóis, e tem um elevado poder anti-inflamatório graças às antocianinas, o pigmento que lhe dá a cor.

No estudo, publicado na revista científica MDPI, os investigadores escrevem que os dados mostram que introduzir mirtilos na dieta pode diminuir o risco de diabetes tipo 2. Mas há mais. Os cientistas também detectaram uma melhoria na resistência à insulina - o hormônio produzido pelo pâncreas e que tem como função a diminuição da glicemia (açúcar do sangue) - em ratos obesos e humanos.

"As evidências que temos são promissoras, mas é preciso realizar mais estudos", ressalvam os autores da invetigação.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.