O consumo diário de azeite, uma gordura rica em ácidos gordos mono insaturados e vitaminas lipossolúveis, pode reduzir o risco de câncer e de doenças cardíacas, sugere um estudo aprofundado, publicado no Journal of the American College of Cardiology.

Segundo os pesquisadores, que analisou os hábitos alimentares de 90 mil pessoas durante 28 anos, os voluntários que ingeriam meia colher de sopa de azeite por dia apresentavam menos 19% de hipóteses de vir a morrer devido a doenças cardíacas e 17% menos probabilidades de ter câncer.

Em comparação às pessoas que nunca ou raramente consumiam azeite, quem o fazia apresentava 18% menos hipóteses de morrer de doenças respiratórias, bem como 29% menos risco de morrer de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

"Os médicos deveriam aconselhar os pacientes a substituir certas gorduras, tais como a margarina e a manteiga, por azeite para melhorar a sua saúde", defende Marta Guasch-Ferré, principal autora do estudo, citada pelo The Sun.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.