A cárie dentária é uma doença causada por uma mudança na composição e atividade do biofilme bacteriano quando exposto a açúcares e outros compostos (hidratos de carbono fermentáveis), ao longo do tempo.

Esta mudança leva a uma quebra no equilíbrio entre desmineralização e remineralização do esmalte dentário, podendo levar à cárie dentária. As lesões de cárie são evitáveis controlando a dieta e através da implementação de medidas que podem interromper a progressão da doença. Entre as várias medidas existentes, como o uso de pasta dentífrica fluoretada, existe o selante de fissuras.

A superfície de mastigação dos dentes posteriores é composta por sulcos e fissuras que retêm alimentos e promovem a presença de biofilme bacteriano, aumentando o risco de desenvolver lesões de cárie. Numa perspetiva primária na prevenção da lesão de cárie, a colocação de selantes de fissura permite a penetração e selamento destas superfícies dentárias por um material.

O selante de fissuras corresponde a um material viscoso, que após a sua colocação, cobre estes sulcos e fissuras impedido a acumulação de alimentos. Por sua vez, seguindo uma perspetiva secundária na prevenção de lesão de cárie, há evidência científica que a colocação de selantes pode evitar e/ou inibir a progressão de lesões de cárie. 

De acordo com a Academia Europeia de Odontopediatria, a avaliação do risco de cárie deve ser considerada aquando da determinação da colocação de selantes de fissura. A decisão deve ser fundamentada de acordo com um exame clínico completo, exames complementares radiográficos (se necessários) e tomando em conta fatores de risco como outras patologias médicas, fatores sociais, experiência, e presente atividade da lesão de cárie dentária. Assim, o selante de fissura pode ser utilizado na prevenção de lesões de cárie dentária, em crianças em risco, ou para deter a progressão de lesões de cárie já existentes.

A colocação de selantes de fissura é um procedimento simples que não implica o recurso a anestesia dentária. Porém a sua avaliação deve ser regular, principalmente a necessidade de reaplicação, pois a sua quebra pode conduzir a retenção de biofilme e consequentemente aparecimento de lesão de cárie. 

Então devo ou não colocar selantes? Esta decisão é uma resolução médica que tem em consideração todos os fatores anunciados. A sua colocação, embora faça parte do programa de prevenção de cárie dentária, não pode ser visto como uma solução isolada. Assim todos os fatores tem de ter sido tomados em conta para aplicação de selantes de fissura.

Um artigo da médica dentista Maria Joana Castro, Odontopediatra na Clínica Hugo Madeira.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.