Tom Hanks irá ser o protagonista da versão americana do popular e aclamado filme sueco "Um Homem Chamado Ove".

O ator com 65 anos também se junta à esposa Rita Wilson no grupo de produtores do projeto, que será realizado por Marc Forster, que tem no currículo títulos como "À Procura da Terra do Nunca" (2004), "O Menino de Cabul" (2007), "007: Quantum of Solace" (2008) e "WWZ: Guerra Mundial" (2013).

A história da comédia nórdica de 2015 baseia-se num 'best-seller' de Fredrik Backman sobre Ove, um reformado de mau feitio que enviuvou recentemente, vive isolado e passa os dias a visitar a campa da mulher. Quando está prestes a desistir da vida, desenvolve inesperadamente uma amizade inesperada com os novos vizinhos que pode mudar todos os seus horizontes.

"A humanidade da história teve ressonância com pessoas de todo o mundo, incluindo eu própria. Sempre procurei filmes que tragam alegria às pessoas e, espero, criem uma experiência comum de nos reconhecermos nos outros", destacou Rita Wilson no comunicado oficial.

Um Homem Chamado Ove

"Um Homem Chamado Ove" foi o filme estrangeiro mais rentável nos cinemas americanos em 2016 e seria nomeado para dois Óscares.

Com rodagem prevista ainda para este ano, o projeto confirma a atual fase intensa da carreira de Tom Hanks como ator: os seus próximos filmes serão a versão em imagem real de "Pinóquio" (realizada por Robert Zemeckis), o 'biopic' sobre Elvis Presley "Elvis" (de Baz Luhrmann) e "Asteroid City" (de Wes Anderson).

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.