Sharon Stone revelou que a doação dos órgãos do seu sobrinho, que perdeu a vida apenas com 11 meses, acabou por ser a "salvação" da sua família.

"Aprendemos muito sobre a SMSI (síndrome da morte súbita infantil), sobre a morte repentina de uma criança, e também sobre a doação de órgãos, o que acabou por ser um dos maiores confortos para a nossa família, porque a perda do meu afilhado foi a salvação de três famílias", referiu numa entrevista ao Entertainment Tonight.

"Dois outros bebês puderam viver graças à sua doação de órgãos e ainda um homem de 45 anos. Isso teve um enorme impacto e foi uma grande salvação", ressaltou.

Neste contexto, a atriz de Hollywood aproveitou para fazer um apelo: "Nunca se sabe quando a tragédia poderá chegar à nossa família e não há melhor coisa do que saber que ajudaram outra família".

Recorde-se que o pequeno River morreu no último dia 30 de agosto na sequência de uma falência múltipla dos órgãos.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.