Depois de ter ficado na mira da polícia de Nova York, após uma violenta discussão, G-Eazy acabou por ser detido.

De acordo com o TMZ, o rapper foi preso na noite de segunda-feira e está sendo acusado de agressão.

O artista foi acusado de bater no rosto da suposta vítima, tendo-lhe causado dor e vermelhidão. No entanto, foi libertado e terá de comparecer em tribunal numa data posterior.

O incidente teria ocorrido na madrugada da passada sexta-feira, no bar de um hotel. O TMZ relata que o grupo de G-Eazy começou a discutir com alguns homens, e um deles afirma que foi atingido na cabeça com uma garrafa de vinho.

A discussão terá levado todos os envolvidos para fora do estabelecimento, e o rapper terá dado um murro na cabeça de um outro homem.

A pessoa agredida com a garrafa na cabeça foi para o hospital para ser observada, no entanto, o homem que o rapper teria agredido recusou tratamento.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.