Com o príncipe André a ser acusado de abuso sexual de menores, "as afiliações militares e patrocínios reais do duque de Iorque foram devolvidos à rainha".

Em comunicado, como cita a Sky News, o Palácio de Buckingham anuncia que o príncipe "continuará a não cumprir nenhuma função pública e está a defender-se deste caso como cidadão particular".

Além disso, também não irá ser tratado como 'Sua Alteza Real', informa a agência de notícias Reuters que cita uma fonte real.

A Reuters acrescenta que os seus papéis reais vão ser entregues a outros membros da família real britânica.

Uma notícia que chega depois de ter sido noticiado que os veteranos queriam que Isabel II retirasse os títulos militares ao príncipe André.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.