Gavin Burrows revelou que perseguiu o príncipe Harry durante a sua juventude, confessado que o tornou num alvo na época em que o membro da realeza iniciou o seu namoro com Chelsy Davy.

"Basicamente fiz parte do grupo de pessoas que lhe roubou os anos normais de juventude", notou, acrescentando que na época flagrou o irmão do príncipe William consumindo cocaína e vivendo de "maneira gananciosa".

O investigador realça ainda que à época Harry foi comparado com a mãe, tendo recebido o rótulo de "nova Diana".

Tais declarações foram feitas no documentário 'The Princes and the Press': "O telefone tinha escutas, havia muita vigilância nos telefones, as comunicações dela eram controladas. A Chelsy gabava-se para os amigos quando ia vê-lo", lembra.

Recorde-se que a relação de Harry com a imprensa sempre foi marcada por enormes tensões e desentendimentos. Aliás, quando se casou com Meghan Markle, o duque de Sussex estabeleceu muitos limites quanto a aspetos da sua vida pessoal.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.