A modelo Dayane Mello declarou que não se lembra de nada que ocorreu na madrugada de sábado (25) entre ela e Nego do Borel após a segunda festa em A Fazenda 13 (Record). O cantor foi expulso do reality show após denúncias dos internautas de que teria estuprado a colega.

Na festa, a modelo estava visivelmente embriagada. Em seu depoimento, ao vivo, no programa exibido no sábado à noite, Dayane disse, inicialmente, que se lembrava de tudo o que aconteceu na madrugada, mas logo depois, entrou em contradição ao afirmar que não se recordava de ter sido alertada para sair da cama onde estava com o cantor.

Também não se lembrava de dizer ao colega de reality que tinha uma filha. A modelo disse que a bebida não afetou as carícias entre eles e chegou a afirmar que estava consciente quando dormiu abraçada com ele. "A gente não transou", disse Dayane.

Nas imagens compartilhadas em redes sociais, Dayane tenta afastar Nego e pede: "Para com isso Nego, para com essa boca!". A apresentadora Adriane Galisteu explicou que a inconsistência no depoimento da modelo foi o que motivou a decisão da emissora de expulsar Nego do Borel do reality rural.

"Alguns pontos foram cruciais", disse. "Existe uma regra no jogo que diz que qualquer atitude que possa colocar em risco um participante pode levar à expulsão. Por uma decisão jurídica do programa, ele tá fora", avisou a apresentadora.

O entendimento da produção e da direção da Record foi de que Nego violou essa regra agindo de maneira não condizente com o jogo, prosseguiu Galisteu. Um tanto emocionada, a condutora do reality sentenciou: "Depois de tudo o que aconteceu, depois de tudo isso, vale o recado: Quando uma mulher diz não, é não! Quando uma mulher alcoolizada diz sim, também é não. Difícil, né?".

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.