A Netflix quer fazer não uma, mas duas sequências de "Alerta Vermelho".

Mas o plano é ainda mais ambicioso: de acordo com o Deadline, a plataforma começou os preparativos para rodar as sequências uma seguida da outra, com a esperança de no início de 2023, dependendo os contratos e preenchidas agendas de Dwayne Johnson, Gal Gadot e Ryan Reynolds.

Além do trio de protagonistas, o plano passará por criar novas personagens para dar uma nova vitalidade às histórias de assaltos ousados, no mesmo gênero dos filmes "Ocean´s Eleven".

Quem também voltará para mais é realizador Rawson Marshall Thurber, que já começou a escrever os argumentos.

O projeto sobre o melhor analista do FBI (Johnson) forçado a unir forças com o maior ladrão de arte do mundo (Reynolds) para procurar "O Bispo", a ladra de arte mais procurada de sempre (Gadot) começou por ser para os cinemas, mas a Universal Pictures acabou por desistir por causa do elevado orçamento, na ordem de 200 milhões de dólares.

Foi então que se chegou à frente a Netflix, que tinha ficado em segundo lugar no leilão, assumindo o maior acordo da sua história para um filme original, ultrapassando o investimento em "O Irlandês", de Martin Scorsese.

Em Dezembro de 2021, "Alerta Vermelho" se tornou o filme original mais visto de sempre da Netflix, ultrapassando a liderança com quase três anos de "Bird Box", com Sandra Bullock.

Mas a vitória pode ser de curta duração porque a liderança só está segura por 42,5 milhões de horas: quando a plataforma anunciar as audiências na terça-feira, pode ser ultrapassado por "Não Olhem Para Cima", a comédia com muitas estrelas liderada por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.