Alec Baldwin anunciou que vai entrevistar Woody Allen esta terça-feira, a partir das 15h30 (hora de Portugal continental).

A rara entrevista será no Instagram Live e tanto no vídeo do anúncio e principalmente na sua mensagem escrita, o ator antecipou as críticas por falar com o realizador, que foi acusado pela sua filha adotiva Dylan Farrow de abusos sexuais quando tinha sete anos, em 1992.

Apesar dos processos judiciais terem sido arquivados após duas investigações em separado, Allen viu a sua imagem deteriorar-se e ser "cancelado", principalmente nos EUA, quando Dylan Farrow renovou as acusações no início de 2018, após o movimento #MeToo, e com o documentário "Allen V. Farrow", lançado pela HBO em fevereiro de 2021.

"Deixem-me começar por dizer que tenho interesse zero nos julgamentos e mensagens hipócritas de qualquer pessoa aqui. Obviamente, sou alguém que tem o seu próprio conjunto de convicções e não poderia importar-me menos com as especulações de outras pessoas. Se acreditam que um julgamento deve ser realizado através de um documentário da HBO, o problema é vosso”, escreveu aos seus mais de 2,4 milhões de seguidores no Instagram.

Alec Baldwin é amigo de Woody Allen e entrou nos seus filmes "Alice" (1990), "Para Roma Com Amor" (2012) e "Blue Jasmine" (2013).

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.