A Líbia tem agora "a melhor oportunidade que se apresentou em uma década para acabar com o conflito, fazer a economia avançar e estabelecer as bases de uma sociedade democrática estável", disse à imprensa Derek Chollet, conselheiro do Departamento de Estado americano, durante visita a Trípoli.

Após a intervenção ocidental, que acabou em 2011 com o ditador Muammar Kadhafi, a Líbia está mergulhada em um sangrento conflito civil.

Em outubro do ano passado, um acordo de cessar-fogo permitiu a criação de um governo transitório de unidade nacional e a convocação de eleições presidenciais e legislativas de 24 de dezembro de 2021.

Mas as divisões permanecem entre os diferentes grupos e a celebração destas eleições em boas condições é incerta.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.