O índice industrial Dow Jones perdeu 2,29%, a 27.685,38 pontos, em sua pior sessão desde o começo de setembro, segundo dados finais do dia.

O Nasdaq, de valores tecnológicos, caiu 1,64%, a 11.358,94 pontos, e o S&P 500 perdeu 1,86%, a 3.400,95.

A bolsa opera preocupada com a aceleração da pandemia de covid-19 na Europa e nos Estados Unidos, onde o número de novos casos não para de crescer.

As perdas foram registradas em meio a múltiplas restrições e toques de recolher na Europa, ante o avanço do coronavírus, que podem fazer temer medidas restritivas nos Estados Unidos, cujos líderes políticos tentam acordar estímulos à economia a oito dias das eleições gerais.

Analistas consideram impossível que o acordo seja alcançado se o democrata Joe Biden vencer as eleições e os republicanos do presidente Donald Trump mantiverem a maioria no Senado.

"Se Biden vencer, provavelmente haverá uma estagnação se os democratas não vencerem o Senado", disse Gregori Volokhine, analista da empresa Meeschaert Financial Services.

A sessão desta segunda-feira transcorreu muito mal para empresas cruciais para a recuperação econômica; entre elas energia, indústria e serviços financeiros.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.