O Ministério da Saúde de Gaza atribuiu as 24 mortes à "agressão israelense", bem como os 203 feridos desde o início da operação na sexta-feira. Os balanços anteriores citavam 15 óbitos.

Por sua vez, Israel culpou pela morte das crianças em Jabalia (no norte da Faixa de Gaza) um disparo fracassado de foguete lançado pela organização Jihad Islâmica contra o território israelense.

"As forças de segurança israelenses não realizaram nenhum bombardeio em Jabalia nas últimas horas. Está irrefutavelmente provado que este incidente é o resultado de um disparo de foguete fracassado lançado pela Jihad Islâmica", disse o governo israelense em um comunicado.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.