"A França terá um potencial de 200 milhões de doses, o que tornará mais fácil vacinar 100 milhões de pessoas", já que a vacina requer duas injeções com algumas semanas de intervalo, disse o primeiro-ministro Jean Castex.

A campanha de vacinação começará com as duas vacinas que deverão estar disponíveis até o final do ano pelas autoridades de saúde europeias e francesas, as vacinas Pfizer / BioNtech e Moderna, acrescentou Castex.

"A circulação do vírus continua diminuindo de semana para semana", parabenizou Castex.

A epidemia de covid-19 causou mais de 53.000 mortes na França desde março.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.