O país, de 3,5 milhões de habitantes, alcançou 1.009 mortos e totaliza 108.188 casos da doença desde que foi declarada a emergência sanitária, em março de 2020. O aumento sustentado dos casos coloca em risco o atendimento nos hospitais públicos e privados do país, onde 42% dos leitos estão ocupados por pacientes com Covid.

O país vive o pior momento da pandemia, mas o presidente Luis Lacalle Pou se mostrou resistente a endurecer as medidas para restringir a mobilidade, argumentando que seu governo não acredita em um "Estado policial" e mostrando confiança no programa de vacinação, que avança bem.

Quase 20% da população já recebeu ao menos a primeira dose da CoronaVac ou Pfizer desde o começo da campanha, em 1º de março.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.