"Um dos nossos agentes sucumbiu aos seus ferimentos", disse Yogananda Pittman, chefe interina da polícia do Capitólio, durante coletiva de imprensa.

Ela confirmou que o suspeito também foi declarado morto após o ataque, que segundo autoridades não parece ter sido um ato de terrorismo.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.