"O serviço ucraniano de segurança obteve indícios preliminares que sugerem que o ciberataque maciço de hoje poderia ser obra de grupos de hackers associados ao serviço secreto russo", escreveu no Twitter o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores ucraniano, Oleg Nikolenko.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.