"A ampla maioria da população turca é contrária à adesão destes países, que apoiam o PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), uma organização terrorista", disse o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu.

"Mas são temas que, evidentemente, devemos abordar com nossos aliados na Otan e com estes países", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.