Nas imagens, registradas com uma câmera endoscópica colocada em um tubo fino utilizado para fornecer oxigênio, comida e água aos trabalhadores, os 41 homens parecem exaustos e ansiosos.

"Vamos retirá-los com segurança, não se preocupem", afirmaram integrantes das equipes de resgate aos homens bloqueados, segundo o vídeo divulgado pelas autoridades locais.

Escavadeiras retiram toneladas de terra, concreto e escombros desde 12 de novembro do túnel em construção que desabou parcialmente no estado de Uttarakhand (norte), na cordilheira do Himalaia.

Mas os trabalhos de resgate avançam lentamente, complicados pela queda de escombros e pelas avarias nas máquinas de perfuração.

Antes do uso da câmera, as equipes de resgate se comunicavam com os homens bloqueados por rádio.

"Todos os trabalhadores estão a salvo", afirmou o ministro-chefe de Uttarakhand, Pushkar Singh Dhami, em um comunicado.

"Estamos tentando com todas as nossas forças retirá-los em breve com segurança", acrescentou.

Dhami disse que conversou com o primeiro-ministro Narendra Modi, que considera o resgate dos trabalhadores "a prioridade máxima".

str-pzb/pjm/cwl/dbh/zm/fp

X

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.