O mau tempo atinge as ilhas do sul e do centro do país desde o fim de semana do Natal, quando chuvas provocaram inundações e deslizamentos de terra que deixaram 52 mortos e obrigaram centenas de milhares de pessoas a abandonarem suas casas.

De acordo com a Defesa Civil, as enchentes arrastaram casas, cortaram estradas e inundaram plantações.

A agência meteorológica local advertiu, nesta terça, que haverá "graves inundações" em áreas baixas, assim como deslizamentos de terra nas montanhas da ilha central de Samar.

Até o momento, há uma pessoa desaparecida, e mais de 2.200 pessoas foram retiradas de suas casas, relatou Josh Echano, uma autoridade estadual para prevenção de desastres de Samar do Norte.

As Filipinas são um dos países mais vulneráveis do mundo aos efeitos da mudança climática. Cientistas alertam que as tempestades se tornarão cada vez mais violentas.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.