A decisão, que ocorre no momento em que o país enfrenta uma onda chocante de crimes com armas de fogo, derruba uma lei de Nova York que exigia permissão para portar uma arma de fogo.

"A Segunda e Décima Quarta Emenda protegem o direito de um indivíduo de portar uma arma de fogo para autodefesa fora de casa", disse o juiz Clarence Thomas, que escreveu a opinião da maioria.

"O requisito de causa justificada de Nova York viola a Décima Quarta Emenda ao impedir que cidadãos cumpridores da lei com necessidades comuns de autodefesa exerçam seu direito da Segunda Emenda de manter e portar armas em público para autodefesa", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.