Os deputados dos dois Parlamentos votaram textos similares por ocasião do dia da "unidade sérvia", celebrado desde o ano passado na Sérvia e na República Srpska (RS), na Bósnia.

As novas leis obrigam às empresas privilegiar o cirílico em suas comunicações ao invés do alfabeto latino.

Estão previstas reduções de impostos para as empresas privadas que seguirem o exemplo.

O sérvio pode ser escrito em latim ou cirílico, mas neste último alfabeto se considera mais tradicional.

Grupos de defesa dos direitos humanos acusam Belgrado de querer exercer uma influência além de suas fronteiras e criar instabilidade nos países vizinhos onde vivem muitos sérvios, como Montenegro ou Bósnia.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.