O órgão regulador russo de Internet e de comunicação, Roskomnadzor, suprimiu "cerca de 1.900 das 3.100 mensagens", com conteúdos "ilegais" sobre drogas, suicídio e pornografia infantil. Por esse motivo, decidiu não bloquear a rede social em meados de abril.

A agência acrescenta, contudo, que "a limitação do tráfego do Twitter" vai-se prolongar até 15 de maio. Nesta data, a rede deverá ter apagado todos os conteúdos considerados ilegais.

Na sexta-feira, o Twitter foi condenado na Rússia a pagar três multas, em torno de US$ 116.000 no total, por não ter suprimido mensagens de convocação aos protestos da oposição.

rco/alf/ayv/mis/mb/tt

FACEBOOK

GOOGLE

Twitter

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.