"É um assunto interno da Europa", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, antes de destacar que é "importante" para Moscou que "todos estes processos não provoquem mais problemas para a Rússia e (...) nas relações destes países com a Rússia".

Ao falar sobre as relações da Rússia com a UE, ele comentou que seria "difícil deixá-las ainda pior".

As relações entre a Rússia e os países ocidentais passam por um momento muito ruim desde que o presidente Vladimir Putin decidiu enviar tropas para a Ucrânia, o que provocou uma série de sanções.

A respeito da Moldávia, Peskov disse que a ex-república soviética "quer ser mais europeia que os próprios europeus".

"Parece que, para eles, quanto mais antirrussos parecerem, mais os europeus gostarão deles", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.