O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, considerou que estas sanções "prejudicam de maneira considerável relações já lamentáveis" entre a Rússia e os países ocidentais. Além disso, considerou "escandalosas" as acusações contra os serviços de segurança russos (FSB) que, segundo os Estados Unidos, seriam responsáveis pelo envenenamento de Navalny.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.