Apresentada na segunda-feira "ante o procurador geral da Corte Federal de Justiça de Karlsruhe", competente nos "principais crimes internacionais", a demanda destaca "a perseguição generalizada e sistemática dos jornalistas na Arábia Saudita". Além do príncipe herdeiro, aponta outras quatro autoridades sauditas de alto escalão, segundo um comunicado.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.