"Esta manhã, o Stade Rennais FC tomou conhecimento da demissão do seu treinador Julien Stephen", afirmou o clube em um comunicado, agradecendo ao técnico, que passou pelas categorias de base antes de assumir a equipe principal, pelo seu trabalho, que incluiu a conquista da Copa da França em 2019 quando venceu o PSG em uma final memorável.

"O clube agradece ao Julien pelos últimos nove anos como rubro-negro, por todos os resultados excepcionais que obteve à frente da equipe profissional", declarou a entidade.

O Rennes afirmou que Philippe Bizeul, auxiliar de Stéphan, assumirá como treinador principal interinamente.

Stéphan, de 40 anos, vivia uma trajetória complicada, sem conseguir uma vitória desde meados de janeiro. A derrota para o Nice colocou o Rennes em nono, longe da luta pelas posições europeias.

Filho de Guy Stéphan, auxiliar do técnico da seleção francesa Didier Deschamps, Julien Stéphan tinha contrato com o Rennes até 2022.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.