O ataque ocorreu na estrada principal de um bairro do oeste da capital afegã, disse Ferdaws Faramarz, porta-voz da polícia, à AFP.

Até o momento, o ataque não foi reivindicado.

Os dois atentados anteriores, na terça-feira à noite, também no oeste de Cabul, onde reside a minoria xiita hazara, causaram no total ao menos 10 mortes e uma dúzia de feridos.

No momento em que as forças americanas aceleram sua retirada do Afeganistão, o número de atentados contra civis em Cabul diminuiu consideravelmente.

Segundo um relatório das Nações Unidas de 1º de junho, o EI contaria ainda com entre 1.500 e 2.200 combatentes, que em sua maioria não são afegãos, principalmente no leste e nordeste do Afeganistão, e ao menos outros 500 no norte, perto da grande cidade de Mazar-e-Sharif.

Os talibã, cujas negociações com o governo em Doha estão estagnadas, multiplicam as ofensivas militares na província.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.