Em Paris, onde ocorreu a maioria dos atos violentos, 48 policiais e gendarmes ficaram feridos, disse o ministro Gerard Darmanin no Twitter. Um bombeiro também se feriu ao ser atingido por objetos.

Os protestos de sábado atraíram 52.350 pessoas em cerca de 90 manifestações em todo o país, de acordo com o ministério do Interior.

Em Paris, a marcha de cerca de 5 mil pessoas começou na parte da tarde no norte da capital, sob um grande dispositivo de segurança, uma semana após um protesto que também terminou em confrontos violentos.

Os manifestantes atiraram objetos contra as forças de segurança, que responderam disparando gás lacrimogêneo.

A França atravessa um clima político tenso em meio à pandemia do coronavírus. Um projeto de lei governamental de "segurança global", que quer restringir a obtenção de imagens policiais, mobiliza a oposição de esquerda há semanas.

alh/pga/or/me/mis/mr

Twitter

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.