"A punição coletiva de Israel aos civis palestinos por meio do uso ilegal da força é um crime de guerra", declarou Ramaphosa. "A rejeição deliberada de fornecer medicamentos, combustível, comida e água aos habitantes de Gaza equivale a um genocídio", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.