"Eu sempre tenho esperança, mas tenho que ser honesto com vocês, a situação no momento é complicada. Nossos amigos têm que entender que o Reino Unido deixou a UE para exercer o controle democrático. Nós ainda estamos muito distantes", declarou o chefe de Governo britânico, que deve viajar a Bruxelas nos próximos dias para tentar desbloquear a negociação.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.