O duelo será disputado no estádio do Defensa y Justicia, em Florencio Varela, em Buenos Aires.

O modesto time argentino, que alcançou a glória no final de janeiro na Copa Sul-Americana ao vencer o Lanús (3-0) na final, quer erguer mais uma taça. Desta vez, terá que superar um dos grandes do continente que conquistou a Libertadores ao derrotar o Santos (1 a 0) em uma decisão brasileira no Maracanã.

Enquanto a equipe argentina chega a este duelo com uma movimentação intensa nas últimas semanas devido a sua participação na Copa da Liga local, o Palmeiras desembarca em Buenos Aires bastante descansado já que o campeonato paulista foi interrompido há algumas semanas por conta do aumento de casos de covid-19 na região.

Já sem o técnico Hernán Crespo, que após a conquista do título migrou para o Brasil para treinar o São Paulo, o 'Falcón' voltou a contar com Sebastián Beccacece, que iniciou seu terceiro ciclo no clube.

O ex-assistente de Jorge Sampaoli na seleção argentina vem realizando uma temporada de altos e baixos na Copa da Liga local, embora ainda mantenha chances de chegar à fase de mata-mata.

O Defensa vem de uma derrota por 2 a 1 no sábado para o Boca na Bombonera, em um jogo que estava vencendo, mas não soube manter a vantagem.

"O ruim e o positivo que fizemos servirão para analisar o que devemos fazer para vencer o Palmeiras nessa final de ida e volta, que é o nosso sonho", disse o goleiro Ezequiel Unsain.

Mas o técnico Beccacece prefere se concentrar na estratégia que a equipe mostrou no primeiro tempo contra o Boca.

"O jogo do primeiro tempo é o que temos de procurar, sustentá-lo. E é o que nos vai dar tranquilidade para enfrentar o que vem pela frente", considerou.

- Duelo difícil -

Do lado do 'Verdão', o meio-campista Zé Rafael avaliou que será "um duelo difícil, como sempre acontece contra times argentinos".

"É uma final e estamos nos preparando para chegar e fazer um grande jogo. Começar a temporada com um título é sempre importante e esperamos conquistá-lo para nosso povo", disse.

No meio das decisões contra o Defensa y Justicia, o Palmeiras terá que disputar outra decisão, mas nacional, já que neste final de semana enfrenta o Flamengo, pela Supercopa do Brasil.

O jogo de ida da Recopa Sul-Americana será disputado nesta quarta-feira, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no estádio Norberto Tomaghello, com arbitragem do colombiano Andrés Rojas, enquanto o VAR ficará a cargo de seu compatriota Jhon Ospina.

A revanche será disputada no dia 14 de abril, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, para onde foi transferido por conta das restrições devido à pandemia.

Prováveis escalações:

Defensa y Justicia: Ezequiel Unsain - Néstor Breitenbruch, Adonis Frías, Fernando Meza - Emanuel Brítez o Valentín Larralde, Tomás Escalante, Raúl Loaiza, Marcelo Benítez - Francisco Pizzini - Braian Romero e Walter Bou. Técnico: Sebastián Beccacece.

Palmeiras: Weverton - Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Matías Viña - Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga - Willian, Breno Lopes e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.