O suspeito, um homem na casa dos 20 anos, foi baleado na perna por policiais e detido em Vetlanda, informaram as autoridades.

O agressor tinha uma "arma cortante" nas mãos, disse à AFP um porta-voz da polícia, Kristian Ljungberg. Segundo a mídia local, era uma faca.

A polícia inicialmente descartou a pista terrorista, mas depois afirmou que suspeitava que fosse um "crime terrorista".

"Estes são acontecimentos terríveis e toda a minha solidariedade vai para as vítimas e seus parentes. No momento não sabemos exatamente o que aconteceu e qual foi a razão", disse o ministro do Interior, Mikael Damberg, em um comunicado.

Os serviços de inteligência suecos consideram a ameaça terrorista alta.

O país sofreu dois ataques nos últimos anos. Em 2017, um requerente de asilo uzbeque que teve seu pedido rejeitado matou cinco pessoas ao atropelá-las com um caminhão roubado em Estocolmo. Ele foi condenado à prisão perpétua em junho de 2018.

Em dezembro de 2010, um homem tentou um ataque suicida a bomba também na capital, mas causou apenas ferimentos leves.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.