A Nike se juntou a uma lista crescente de empresas ocidentais, incluindo McDonald's e Starbucks, que saíram do mercado russo por causa da repressão na Ucrânia.

"A Nike Inc. decidiu sair do mercado russo. Como resultado, o Nike.com e o aplicativo móvel da Nike não estarão mais disponíveis nesta região. As lojas da Nike fecharam recentemente temporariamente e não reabrirão mais", anunciou o grupo em um comunicado em seu site russo.

No mês passado a Nike já anunciou que não iria renovar as licenças com as lojas associadas à marca.

O presidente russo, Vladimir Putin, enviou tropas para a Ucrânia em 24 de fevereiro, provocando sanções internacionais sem precedentes e um êxodo de empresas estrangeiras, incluindo grandes marcas como H&M, Adidas e Ikea.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.