"Hoje (sexta-feira), perdemos um verdadeiro herói, um valente combatente (...) que se colocou em perigo pela segurança de Israel", em uma operação perto de Jenin, frequente cenário de confrontos, como o da morte de uma jornalista palestina na quarta-feira, segundo um comunicado do primeiro-ministro.

Noam Raz tinha 47 anos e vivia em uma colônia israelense ao sul de Nablus, na Cisjordânia, território palestino ocupado por Israel desde 1967, informou a polícia israelense.

Era membro da unidade especial Yamam, um comando da polícia.

De acordo com o exército israelense, Noam se feriu durante confronto com homens armados numa operação conjunta de várias unidades em Burqin, a poucos quilômetros de Jenin.

"Homens armados lançaram objetos explosivos e dispararam contra as forças (israelenses) que responderam abrindo fogo", indicou o exército em um comunicado.

Seu grupo tentava "deter indivíduos suspeitos de estarem implicados em atividades terroristas", informou exército.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.