O conhecido ator Luis Alberto García escreveu nas redes sociais que "seu coração não resistiu à batalha violenta em salas de cirurgia e internações (hospitalares) nos últimos tempos".

O ICAIC lembrou que Pérez Ureta ingressou no instituto estatal em 1961 e quatro anos depois tornou-se cinegrafista do documentarista Santiago Álvarez (1919-98), filmando mais de 800 edições do conhecido Jornal Latino-americano ICAIC.

Foi diretor fotográfico de cerca de 40 filmes cubanos, entre eles alguns de cineastas importantes como Fernando Pérez e Gerardo Chijona. "Também trabalhou sob as ordens de cineastas estrangeiros como Fernando Birri e Ruy Guerra", destacou a nota do ICAIC.

Professor da Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños (EICTV), recebeu o Prêmio Nacional de Cinema de 2010.

"De acordo com sua vontade, seu corpo será cremado", conclui a nota do Instituto.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.