O missionário, que mora na cidade há vários anos, foi "sequestrado em um jardim no subúrbio de Massalata", afirmou o prefeito, sem revelar detalhes.

Outro americano, Jeffery Woodke, funcionário humanitário sequestrado em outubro de 2016 em Abalak (Níger) e levado para o Mali, continua sob poder dos criminosos.

O presidente do Níger, Mahamadou Issoufou, afirmou em setembro de 2019 que Jeffery Woodke estava vivo e com boa saúde.

Pelo menos seis reféns ocidentais permanecem retidos no Sahel, após a libertação em outubro no Mali de uma francesa e dois italianos.

Níger, país do Sahel muito pobre, é cenário ataques extremistas frequentes, que já provocaram centenas de mortes.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.