Membros da prefeitura votaram a favor dessa medida na tarde de hoje, depois que dois tiroteios deixaram cinco feridos nessa cidade do sudeste dos Estados Unidos nos últimos dias.

"Cinco pessoas baleadas poderiam ter sido, facilmente, cinco pessoas mortas", disse o prefeito de Miami Beach, Dan Gelber, durante uma reunião realizada pouco antes da aprovação dessa iniciativa.

A prefeitura havia antecipado ontem a medida. Não podemos mais suportar", disse o prefeito Dan Gelber para justificar a decisão. "Não pedimos o Spring Break. Não o promovemos. Não o fomentamos. Simplesmente o suportamos e, francamente, não é algo que queiramos suportar."

Este toque de recolher, que abrange a área mais movimentada de Miami Beach, incluindo a famosa orla de Ocean Drive, será aplicado entre meia-noite e 6h, de quinta-feira até a manhã de segunda.

Em 2021, Miami Beach impôs a mesma medida e proibiu a venda de álcool nos bares depois das 02h00, após incidentes em que a polícia prendeu mais de 1.000 pessoas por brigas de rua e distúrbios.

Para evitar que o mesmo acontecesse este ano, a polícia aumentou o número de efetivos mobilizados nas áreas mais visitadas da cidade, que se concentram em seu bairro mais meridional, South Beach.

Desde o início do Spring Break, os policiais apreenderam 37 armas de fogo em três dias, informou na segunda-feira o chefe da polícia local, Richard Clements.

Todos os anos, na primavera, uma multidão de jovens, principalmente estudantes, visita a Flórida por alguns dias de diversão contínua e descontrolada.

Essas festas, com um alto consumo de álcool, fazem parte do imaginário coletivo de gerações de estudantes. No entanto, nos últimos anos, a população parece cada vez mais incomodada com o fenômeno, apesar da contribuição do mesmo para a economia local.

"Não podemos colocar no mesmo plano a segurança pública e receita", disse Dan Gelber, após reconhecer que suas medidas prejudicarão bares e restaurantes da região. "Não podemos nos preocupar com o fato de que alguém terá um fim de semana ruim do ponto de vista financeiro quando pessoas estão sendo baleadas."

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.