"Vamos levar as meninas de volta para sua escola em Jangebe nesta tarde, onde serão entregues aos seus pais", disse à AFP o ministro da Educação do estado de Zamfara, Ibrahim Abdullahi.

Na sexta-feira, 279 meninas foram sequestradas por homens armados nos dormitórios de sua escola em Jangebe, estado de Zamfara.

Libertadas após as negociações entre os sequestradores e as autoridades locais, as meninas chegaram na terça-feira aos escritórios do governo de Zamfara na capital do estado, Gusau.

"Acreditamos que é mais seguro que os pais encontrem as filhas na escola ao invés de vir para Gusau", acrescentou Abdullahi, acrescentando que as meninas realizaram um exame médico.

Este foi o quarto sequestro em massa de estudantes em menos de três meses no noroeste da Nigéria, onde os grupos criminosos se dedicam há mais de uma década a sequestros de extorsão e ao roubo de gado em grande escala.

Zamfara é a fortaleza de muitos desses grupos e as autoridades locais estão há mais de um ano negociando acordos de anistia em troca da entrega de suas armas.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.